Arquivo da tag: poluição

Os animais salvam o planeta

Veja os outros vídeos dessa fantástica campanha do Animal Planet em http://animalssavetheplanet.com/.

Desabafo caoticamente inspirado


Por XuPaKaVrAz

Acho que o melhor destino do automóvel é ser um táxi, ambulância, viatura.

Talvez, nos primórdios, tinha-se o conceito de carro familiar (no sentido
Italiano da palavra família), por exemplo vários irmãos emancipados e
eventualmente casados revezam com seus pais a utilização de um único
automotor, assim o uso deste teria de ser justificado. O problema é que hoje
em dia a família grande unida tornou-se uma coisa tão rara de se encontrar.

As famílias se esmigalham, os irmãos não se conhecem mais, visitar os pais é
fato bimensal.

Eis o cerne do Apocalipse Motorizado, cada partícula desta ex-família visa
ter um automotor próprio. Uma vez adquirido, por comodismo, falta de
iniciativa, e mesmo para justificar o gasto absurdo que representa, acaba
utilizando-o para tudo.

O comércio local se esmigalha, farmácias, açougues e até varejões são
absorvidos por grandes centros de compras com acessos dedicados aos carros
individuais.

A cidade se esmigalha, o local de trabalho é longínquo, a balada onde o
diabo perdeu as botas, os vizinhos, quem são eles? nem os conhece!
Desfigurada, a cidade é uma ameaça, onde uma cápsula isolante e brutalmente
ineficiente é aparentemente obrigatória.

Ineficiente porque o peso do transporte é maior do que os transportados,
ineficiente porque o desperdício de energia em forma de calor é absurdo,
ineficiente porque gera movimentos parasitas atrelados à trepidação,
ineficiente porque seu ciclo de produção é insustentável, ineficiente porque
suas flatulências estão acabando com o mundo como o conhecemos.

O cenário está montado então para a proliferação das bundas motorizadas,
nádegas aparentemente normais que recusam-se dogmâticamente à utilização da
própria musculatura para locomoção.

Assim, a pessoa não conhece mais a familia, nunca conheceu os vizinhos, seus
companheiros de trabalho são rivais aos que precisa derrotar, seus amigos
são sombras que surgem na internet ou nas baladas quando os sentidos estão
embotados pelo álcool.
E a vida passa…

Quando seja tarde demais, o vento carregará para longe as partículas de
fuligem, e as carcaças do animal que achavamos fosse racional, ressecadas ao
sol, servirão de sustento a seres primitivos que poderão, simplesmente,
viver em paz.

Quanto a andar de Quatro e andar de Duas, prefiro de Duas.
Aquilo de andar de Quatro não é comigo.
Andar de Quatro é submissão.
Andar de Quatro é involução.

Desculpem aí, estava, caóticamente, inspirado.

Abraços aos seres que mesmo respirando fuligem, pedalam por um futuro
melhor.

XPK. EU sou o motor.